Estados do Nordeste avançam, mas a Paraíba continua em débito com os policiais e bombeiros militares

Última atualização em 12/10/2021 12:01

Estados do Nordeste avançam, mas a Paraíba continua em débito com os policiais e bombeiros militares

Estados vizinhos a exemplo de Pernambuco e Rio Grande do Norte, já encaminharam seus projetos de Lei para respectivas assembleias no tocante ao sistema de proteção social dos policiais e bombeiros militares, garantindo sua paridade e integralidade dos seus vencimentos, conforme determina Lei Federal 13.954 de dezembro de 2019, onde determina  o tratamento forma simétrica de forma simétrica dos policiais estaduais com as Forças Armadas.

Após o I Encontro de Entidades de Oficiais do Nordeste promovido pelo Clube dos Oficiais, ficou muito claro a situação de penúria e abandono das nossas instituições polícia e bombeiros da Paraíba, onde o governo não efetivo ações para concretizar um subsídio digno para a categoria, conforme determina a Constituição Federal, causando prejuízos irreparáveis a categoria que sofre hoje com o pior salário do Brasil.

A dívida do Governo com os policiais e bombeiros paraibanos, precisa ser analisada de forma sensível pelas autoridades, principalmente no que se trata da Lei de Proteção Social, prevista na Lei Federal 13.954 e a remuneração por subsídio.

As entidades continuam esperando do Governo uma audiência para discutirem suas pautas. Temos assistido o empenho e o compromisso dos nossos policiais e bombeiros com a sociedade. Verdadeiramente não podemos continuar assistindo o Governo do Estado cumprindo parte da Lei, no que se refere as contribuições. No entanto, a outra parte da Lei que determina a paridade e integralidade não vem sendo cumprida.

 

Aniversariantes

21/10/2021

  • GILSON DE HOLANDA PAREDES - 2º Tenente
  • LÚCIA DE FÁTIMA FERREIRA TOSCANO